quarta-feira, 8 de maio de 2013


Site oficial da CDU Estremoz é aqui:


E o Facebook é aqui:

Read more...

segunda-feira, 4 de março de 2013

ÁLVARO CUNHAL - A mulher do lenço preto e as outras


Read more...

sexta-feira, 1 de março de 2013

ALMOÇO COMEMORATIVO DO 92º ANIVERSÁRIO DO PCP

Read more...

quarta-feira, 20 de fevereiro de 2013

Álvaro Cunhal - Politico e Homem de cultura


Read more...

domingo, 17 de fevereiro de 2013


Read more...

quarta-feira, 26 de dezembro de 2012

TRANSFORMAR A CONTESTAÇÃO EM PROPOSTA POLÍTICA


Read more...

segunda-feira, 24 de setembro de 2012

A EXTINÇÃO DE FREGUESIAS NÃO PASSOU!


Embora com fundamentos diferentes os eleitos por partidos políticos na Assembleia Municipal de Estremoz reprovaram a proposta de reorganização Administrativa apresentada pela Câmara e pelo MIETZ.

O resultado obtido evidencia, antes de mais que a realidade político-partidária a nível local constituiu, entre muitos outros, um fator de defesa do poder local democrático, enquanto movimentos ditos independentes (MIETZ) surgem como elementos que fragilizam a luta em sua defesa. Senão vejamos:

O PCP e a CDU sempre estiveram politicamente contra qualquer reorganização administrativa que conduza à extinção de autarquias, à diminuição de eleitos, com a consequente redução da pluralidade democrática, à retirada de competências ao poder local, a alterações à lei de finanças locais. E o PCP assume esta posição porque reconhece que esta é a posição que melhor defende a satisfação de necessidades e aspirações das populações que vêm no poder local um pilar da democracia e de uma satisfação mais ampla das suas necessidades e aspirações, hoje seriamente ameaçadas pela ofensiva da política de direita.

A posição do PCP e da sua ligação e envolvimento na luta das populações tem levado a uma ampla unidade local, com envolvimento de eleitos de outros partidos, nesta luta em defesa do poder local democrático. É assim que a troika e o governo tentaram a extinção de muitos municípios e falharam. O mesmo aconteceu à lei eleitoral autárquica. 

E de igual modo é possível travar o processo que tende a extinguir milhares de freguesias. Sinal de que não é uma batalha perdida traduz-se no facto da ANAFRE e da ANMP, bem como de representantes dos partidos da oposição se recusarem a participar na chamada Comissão Técnica para a reorganização administrativa. Sinal de que não é uma batalha perdida é o facto de, no distrito de Évora, todos os municípios, com excepção de Estremoz, não ter surgido uma única proposta favorável ou alternativa à reorganização administrativa, assumindo todos eles, tal como aconteceu na Assembleia Municipal de Estremoz, a recusa à extinção de freguesias.

É neste quadro que temos de considerar a proposta do MIETZ, como uma capitulação antecipada à vontade da troika. É neste quadro que o PCP e a CDU saúdam a deliberação da AM de Estremoz que impediu a votação da proposta de Luís Mourinha e do MIETZ. Contrariamente ao desfecho previsto no comunicado da CME o PCP afirma que cumprida que está a primeira parte desta luta é indispensável seguir para segunda parte desta luta alargando e reforçando a unidade local em defesa do poder local. Dai que façamos o apelo ao MIETZ para juntar a sua voz à posição maioritária da Assembleia, abandonando em simultâneo as críticas aos eleitos e aos partidos que responsavelmente estão empenhados na defesa do poder local democrático. 

Estremoz, 18 de Setembro de 2012

Comissão Concelhia de Estremoz do PCP

Read more...

Comissão Coordenadora de Estremoz da CDU

Voltar ao INÍCIO